Pág 2 de 388 PrimeiroPrimeiro 12341252102 ... ÚltÚlt
Resultados 21 a 40 de 7747

Tópico: Portugal - que futuro?

  1. #21
    AquaPC Expert Avatar de Bazuka
    Data de Registo
    Oct 2006
    Local
    Entre o Paraiso e o Inferno!
    Posts
    1,936

    Default

    se soubesse o que sei hoje, à uns anos, tinha saido directo do curso para a africa. É um mundo de oportunidades à tua espera. Ainda hoje é!

    Tenho um amigo que tem um pastor angolano, recebe 2000€ por mes (sim um pastor de cabras) porque é o unico gajo competente que lhes apareceu nos ultimos 10 anos. O pastor durante 7 anos juntou todo o dinheiro que ganhou, tem direito a casa e a alimentação paga pela empresa, um dia pediu para faltar ao trabalho, foi a Lisboa ao consulado angolano, e voltou proprietario de 250hm2, doado pelo governo angolano, agora tem mais 5 anos para juntar dinheiro e depois voltar para devolver e começar a por a terra a produzir!

    Cá qualquer projecto que se tente fazer com o intuito de desenvolver o que quer que seja é barrado pelos poderes instalados que não te deixam fazer absolutamente nada!
    Senhor dai-me sabedoria
    Para suportar alguns colegas.
    Por que se me dais força...
    Parto-lhes o focinho!!!!


    VENDAS

    Agarra que é ladrão!

  2. #22

    Default

    O barometro destas coisas são os emigrantes, que vêm para trabalhar, amealhar algum e voltar para a sua terra depois.

    Isto está a ficar tão mao que os brasileiros estão a voltar para a terra deles, pois já não rende trabalhar cá.
    Gaming System » CM 690 II Advanced + Asus Rampage IV Formula + i7 [email protected] + 16Gb ripjaw [email protected] + MSI 1070 SEA HAWK EK + 3x SAMSUNG LS23A700D + Samsung EVO 250GB + OCZ Vertex 3 120Gb ( SO ) +2x 2TB WD Green (RAID 1) - High Flow Watercooled
    Home Cinema » Samsung 4K - UED48HU7500 + Pionner VSX 919-AH-K + KEF 2005.3 + Logitech Harmony 650
    Media Center » P5E3 Deluxe + E6750 + 4Gb DDR3 Cellshock + MSI 1050 2Gb + OCZ Vertex 2 120Gb + 9TB Storage

    --------------------

    Feedback / Vendo

  3. #23

    Default

    Governo exige conhecer juros de poupanças de todos os cidadãos - Medida retroactiva a 2009

    O Fisco vai passar a saber quanto é que cada cidadão recebe por ano em juros de poupanças. O acesso a esta informação vai dar-se através das instituições financeiras que, a partir deste ano, estão obrigados a enviar às Finanças uma lista com o nome de cada cliente e os respectivos rendimentos que receberam.

    A medida consta do decreto-lei de execução orçamental, através de uma alteração ao artigo 119º do Código do IRS, e obriga os bancos a executarem-na retroactivamente, já em relação os rendimentos de 2009. Em causa estão aquelas poupanças que são actualmente sujeitas a taxa liberatória de IRS, como os depósitos bancários, certificados de aforro, fundos de investimento ou seguros de vida: se renderem juros, o Fisco vai saber quanto e quem os recebeu.

    Os fiscalistas ouvidos pelo Negócios dizem que o Governo está a fazer um desfalque nas regras do sigilo que protegem a informação bancária dos cidadãos por portas travessas - por intermédio de um decreto-lei em vez de uma Lei da Assembleia da República.

    http://www.jornaldenegocios.pt/index...NEWS&id=432005

    A corda vai apertando cada vez mais...

  4. #24
    AquaPC Enthusiast Avatar de Komet
    Data de Registo
    Mar 2007
    Local
    Porto
    Posts
    951

    Default

    Quote Post Original de Zarolho Ver Post
    Governo exige conhecer juros de poupanças de todos os cidadãos - Medida retroactiva a 2009

    O Fisco vai passar a saber quanto é que cada cidadão recebe por ano em juros de poupanças. O acesso a esta informação vai dar-se através das instituições financeiras que, a partir deste ano, estão obrigados a enviar às Finanças uma lista com o nome de cada cliente e os respectivos rendimentos que receberam.

    A medida consta do decreto-lei de execução orçamental, através de uma alteração ao artigo 119º do Código do IRS, e obriga os bancos a executarem-na retroactivamente, já em relação os rendimentos de 2009. Em causa estão aquelas poupanças que são actualmente sujeitas a taxa liberatória de IRS, como os depósitos bancários, certificados de aforro, fundos de investimento ou seguros de vida: se renderem juros, o Fisco vai saber quanto e quem os recebeu.

    Os fiscalistas ouvidos pelo Negócios dizem que o Governo está a fazer um desfalque nas regras do sigilo que protegem a informação bancária dos cidadãos por portas travessas - por intermédio de um decreto-lei em vez de uma Lei da Assembleia da República.

    http://www.jornaldenegocios.pt/index...NEWS&id=432005

    A corda vai apertando cada vez mais...
    Quem pode ter o dinheiro em bancos fora de Portugal vai fazê-lo, que tem menos está sempre lixado...

  5. #25
    AquaPC NoLife Avatar de kayaker
    Data de Registo
    Sep 2002
    Local
    Plebeu Republicano
    Posts
    23,840

    Default

    Quote Post Original de Komet Ver Post
    Quem pode ter o dinheiro em bancos fora de Portugal vai fazê-lo, que tem menos está sempre lixado...
    Bom, de nada serve mover agora pois a medida é retroactiva a 2009 .
    Se tinhas em 2009 também tens em 2010.

    Toca a sacar quem POUPAAAAA. Quem poupa é rico, só pode mesmo . Quem gasta é pobre.

    Já parece a taxa dos 800€ das piscinas dos Gregos . Quem os mandou fazerem piscinas? se têm piscinas são ricos.

    E assim se vai fazendo a política do dia a dia. Objectivo ? sacar!.
    Última edição de kayaker : 28-06-2010 às 12:07

    *** AquaPC desde 2002 ***

  6. #26

    Default

    Vai servir para alguma coisa?O que é que o fisco ganha com isto,vão taxar mais pessoas que ganham alguma coisa em juros?Me não conseguir entender isto.
    d-_-b

  7. #27
    AquaPC NoLife Avatar de kayaker
    Data de Registo
    Sep 2002
    Local
    Plebeu Republicano
    Posts
    23,840

    Default

    Quote Post Original de Zly Ver Post
    Vai servir para alguma coisa?O que é que o fisco ganha com isto,vão taxar mais pessoas que ganham alguma coisa em juros?Me não conseguir entender isto.
    És um bocadinho inocente não ?

    Sabendo os juros sabe-se indirectamente o património pessoal. É só uma forma mafiosa de contornar o sigilo bancário.

    Note-se que sigilo bancário já pode ser quebrado em caso de investigação. O que fisco quer é investigar automáticamente todos os contribuíntes por forma a cruzar e sacar o mais possível.

    *** AquaPC desde 2002 ***

  8. #28

    Default

    Quote Post Original de kayaker Ver Post
    És um bocadinho inocente não ?

    Sabendo os juros sabe-se indirectamente o património pessoal.

    Note-se que sigilo bancário já pode ser quebrado em caso de investigação. O que fisco quer é investigar automáticamente todos os contribuíntes por forma a cruzar e sacar o mais possível.
    Sei disso,mas qual é o objectivo em o Fisco saber qual o nosso património?

    O que vão ganhar com isso? Não acredito que seja por pura "coscuvilhice".

    Existe algo mais.

    Edit: Era o que eu pensava !

    Já Agora e o que os Sócrates e Jardins deste país ganham e gastam será que também haverá controlo.

    O país está a saque.
    Última edição de Zly : 28-06-2010 às 13:51
    d-_-b

  9. #29
    AquaPC NoLife Avatar de Gamelas
    Data de Registo
    Nov 2005
    Local
    Alfragide Norte
    Posts
    7,559

    Default

    Quote Post Original de Zarolho Ver Post
    Governo exige conhecer juros de poupanças de todos os cidadãos - Medida retroactiva a 2009

    O Fisco vai passar a saber quanto é que cada cidadão recebe por ano em juros de poupanças. O acesso a esta informação vai dar-se através das instituições financeiras que, a partir deste ano, estão obrigados a enviar às Finanças uma lista com o nome de cada cliente e os respectivos rendimentos que receberam.

    A medida consta do decreto-lei de execução orçamental, através de uma alteração ao artigo 119º do Código do IRS, e obriga os bancos a executarem-na retroactivamente, já em relação os rendimentos de 2009. Em causa estão aquelas poupanças que são actualmente sujeitas a taxa liberatória de IRS, como os depósitos bancários, certificados de aforro, fundos de investimento ou seguros de vida: se renderem juros, o Fisco vai saber quanto e quem os recebeu.

    Os fiscalistas ouvidos pelo Negócios dizem que o Governo está a fazer um desfalque nas regras do sigilo que protegem a informação bancária dos cidadãos por portas travessas - por intermédio de um decreto-lei em vez de uma Lei da Assembleia da República.

    http://www.jornaldenegocios.pt/index...NEWS&id=432005

    A corda vai apertando cada vez mais...
    pelo que percebi so querem saber quanto recebemos. nao percebo é a finalidade. vendo que ja comem 0,4% dos nossos juros

  10. #30
    AquaPC NoLife Avatar de kayaker
    Data de Registo
    Sep 2002
    Local
    Plebeu Republicano
    Posts
    23,840

    Default

    Quote Post Original de Gamelas Ver Post
    pelo que percebi so querem saber quanto recebemos. nao percebo é a finalidade. vendo que ja comem 0,4% dos nossos juros
    0,4???????

    minha nossa senhora

    São 20% e não 0.4.

    Já agora facilito o fisco:

    património = juros / taxa_média / 100



    simples o levantamento sigilo bancário já que também se aplica nos juros médios de depósito à ordem

    *** AquaPC desde 2002 ***

  11. #31
    AquaPC NoLife Avatar de kayaker
    Data de Registo
    Sep 2002
    Local
    Plebeu Republicano
    Posts
    23,840

    Default

    Enquanto é lançada uma distração ...

    ...
    ...
    IEFP vai gastar mais de 3 milhões de euros em carros
    28 Junho2010 09:38
    O Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) vai poder gastar 3,1 milhões de euros até 2014 no aluguer operacional de veículos, segundo uma portaria hoje publicada em "Diário da República", relativa aos custos permitidos para uma frota de 137 viaturas.
    http://www.jornaldenegocios.pt/index...NEWS&id=432057

    ....
    ...

    vrummmmmm tãn tãn tã nã nã

    vrummm

    137 cruzadores espaciais aparecem no écran

    vrummm

    <object width="480" height="385"><param name="movie" value="http://www.youtube.com/v/EjMNNpIksaI&hl=pt_BR&fs=1&"></param><param name="allowFullScreen" value="true"></param><param name="allowscriptaccess" value="always"></param><embed src="http://www.youtube.com/v/EjMNNpIksaI&hl=pt_BR&fs=1&" type="application/x-shockwave-flash" allowscriptaccess="always" allowfullscreen="true" width="480" height="385"></embed></object>
    Última edição de kayaker : 28-06-2010 às 14:13

    *** AquaPC desde 2002 ***

  12. #32

    Default

    A sério fico virado com esta hipocrisia,quem os ouve a falar é preciso fazer cortes e blá blá blá,cambada de sanguessugas.
    d-_-b

  13. #33

    Default

    Quote Post Original de Zly Ver Post
    Sei disso,mas qual é o objectivo em o Fisco saber qual o nosso património?

    O que vão ganhar com isso? Não acredito que seja por pura "coscuvilhice".

    Existe algo mais.

    Edit: Era o que eu pensava !

    Já Agora e o que os Sócrates e Jardins deste país ganham e gastam será que também haverá controlo.

    O país está a saque.
    Como o Kayaker já explicou e bem, a medida serve para contornar o sigilo bancário e o Estado ficar ao corrente do património do cidadão.

    O objectivo é tornar a máquina fiscal ainda mais eficaz e rápida do ponto de vista de fuga ao fisco e claro a médio-longo prazo vai gerar mais receitas para os cofres do Estado.

    Sinceramente não sou contra esta medida, dado que vivemos numa sociedade plena de hipocrisia quando lamentamos a fuga ao fisco mas não queremos maior vigilância do Estado sobre o nosso património. É como cada um de nós julgar-se um cidadão exemplar quando na realidade no colectivo somos um mau exemplo de cidadania em relação ás nossas responsabilidades fiscais.

    Os políticos estão agora preocupados em garantir mais receitas futuras porque o estado das finanças publicas a isso obriga, mas não se devem esquecer que a médio/longo-prazo a exigência e intolerância dos contribuintes será ainda maior.

  14. #34

    Default

    Quote Post Original de kayaker Ver Post
    Enquanto é lançada uma distração ...

    ...
    ...
    IEFP vai gastar mais de 3 milhões de euros em carros
    28 Junho2010 09:38
    O Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) vai poder gastar 3,1 milhões de euros até 2014 no aluguer operacional de veículos, segundo uma portaria hoje publicada em "Diário da República", relativa aos custos permitidos para uma frota de 137 viaturas.
    http://www.jornaldenegocios.pt/index...NEWS&id=432057

    ....
    ...

    vrummmmmm tãn tãn tã nã nã

    vrummm

    137 cruzadores espaciais aparecem no écran

    vrummm

    <object width="480" height="385"><param name="movie" value="http://www.youtube.com/v/EjMNNpIksaI&hl=pt_BR&fs=1&"></param><param name="allowFullScreen" value="true"></param><param name="allowscriptaccess" value="always"></param><embed src="http://www.youtube.com/v/EjMNNpIksaI&hl=pt_BR&fs=1&" type="application/x-shockwave-flash" allowscriptaccess="always" allowfullscreen="true" width="480" height="385"></embed></object>


    lool mais viaturas, já não bastavam estas

    <object width="480" height="385"><param name="movie" value="http://www.youtube.com/v/qeJbGYM2Ye8&hl=pt_PT&fs=1&"></param><param name="allowFullScreen" value="true"></param><param name="allowscriptaccess" value="always"></param><embed src="http://www.youtube.com/v/qeJbGYM2Ye8&hl=pt_PT&fs=1&" type="application/x-shockwave-flash" allowscriptaccess="always" allowfullscreen="true" width="480" height="385"></embed></object>

    Asus P8Z77-V Pro · Intel Core i7 3770K · Msi GTX1060 Gaming X 6GB · Corsair AX-850W · Creative SoundBlaster Z
    16GB G.SKill Ripjaw-X 2133Mhz · Samsung 840 Evo 250GB + Seagate XT 3TB · Fractal Arc Midi · Asus VG248QE 3D 144Hz

    Everything iDon't, Android does!

    FeedBack | Vendo

  15. #35
    AquaPC NoLife Avatar de kayaker
    Data de Registo
    Sep 2002
    Local
    Plebeu Republicano
    Posts
    23,840

    Default

    Quote Post Original de Zarolho Ver Post
    Como o Kayaker já explicou e bem, a medida serve para contornar o sigilo bancário e o Estado ficar ao corrente do património do cidadão.

    O objectivo é tornar a máquina fiscal ainda mais eficaz e rápida do ponto de vista de fuga ao fisco e claro a médio-longo prazo vai gerar mais receitas para os cofres do Estado.

    Sinceramente não sou contra esta medida, dado que vivemos numa sociedade plena de hipocrisia quando lamentamos a fuga ao fisco mas não queremos maior vigilância do Estado sobre o nosso património. É como cada um de nós julgar-se um cidadão exemplar quando na realidade no colectivo somos um mau exemplo de cidadania em relação ás nossas responsabilidades fiscais.

    Os políticos estão agora preocupados em garantir mais receitas futuras porque o estado das finanças publicas a isso obriga, mas não se devem esquecer que a médio/longo-prazo a exigência e intolerância dos contribuintes será ainda maior.
    Estou em total desacordo com a tua afirmação.

    Se existe sigilo bancário e só um juíz pode proceder ao seu levantamento é porque se sabe que o Fisco não opera de forma legal muitas das vezes. Se quer investigar um cidadão que proceda de acordo com a lei e não com artifícios para a contornar.

    Caso contrário, acabe-se com a constituição e mude-se a lei. Nos impostos rendimentos a taxa é sempre cobrada. Se querem levar avante estes rendimentos que os permitam na declaração de IRS q que entrem como matéria colectável sujeita a devolução ao contribuinte.

    Devias pensar um pouco sobre isso.

    CIRS0074 - Artigo 74º - Taxas liberatórias


    1 - Estão sujeitos a retenção na fonte, a título definitivo, os rendimentos obtidos em território português constantes dos números seguintes e, bem assim, os rendimentos mencionados na alínea b) do n.º 2 do artigo 94.º, às taxas liberatórias neles previstas.
    A título definitivo, não podem ser englobadas em matéria colectável nem nada.

    Quais são as consequências da aplicação da taxa liberatória ?
    A tributação com base na TL implica que os rendimentos auferidos em Portugal, qualquer que seja o
    seu montante, sejam sempre taxados naquela percentagem de 25% (em princípio, logo retida na fonte).
    O sujeito passivo (contribuinte) fica ainda dispensado de proceder à declaração anual de rendimentos,
    pelo que não pode também usufruir de quaisquer deduções ou abatimentos
    .
    Última edição de kayaker : 28-06-2010 às 17:18

    *** AquaPC desde 2002 ***

  16. #36

    Default

    Quote Post Original de kayaker Ver Post
    Estou em total desacordo com a tua afirmação.

    Se existe sigilo bancário e só um juíz pode proceder ao seu levantamento é porque se sabe que o Fisco não opera de forma legal muitas das vezes. Se quer investigar um cidadão que proceda de acordo com a lei e não com artifícios para a contornar.

    Caso contrário, acabe-se com a constituição e mude-se a lei. Nos impostos rendimentos a taxa é sempre cobrada. Se querem levar avante estes rendimentos que os permitam na declaração de IRS q que entrem como matéria colectável sujeita a devolução ao contribuinte.

    Devias pensar um pouco sobre isso.

    CIRS0074 - Artigo 74º - Taxas liberatórias




    A título definitivo, não podem ser englobadas em matéria colectável nem nada.
    A questão aqui é sobre a fuga e evasão fiscal e não com montantes ou taxas fiscais a cobrar.

    Já todos sabemos e percebemos que a nossa constituição e as leis que derivam dela são ineficazes e tornam a justiça demasiada lenta.

    Pena é que não haja vontade e coragem politica para discutir a constituição e alterar o que tem de ser alterado de forma a realizar as reformas que o país tanto necessita.

    Também não concordo com esta medida encapotada..... Mas estes políticos e o país não dão para mais.
    Última edição de Zarolho : 28-06-2010 às 19:06

  17. #37
    AquaPC NoLife Avatar de kayaker
    Data de Registo
    Sep 2002
    Local
    Plebeu Republicano
    Posts
    23,840

    Default

    Quote Post Original de Zarolho Ver Post
    A questão aqui é sobre a fuga e evasão fiscal e não com montantes ou taxas fiscais a cobrar.
    Não percebo mais uma vez. Os juros de depósitos são sujeitos a taxas de 20% e retidos sempre e pagos pelo banco. A medida não será para evitar a evasão fiscal mas sim para a PROMOVER, mediante fugas de capitais.

    Já deu para ver que não tens poupanças. Eu tenho desde sempre e sempre paguei 20% sobre os juros. Por ter depósitos a prazo não me considero rico ou criminoso.

    Não existe fuga alguma. Depois de discutir noutros locais, muitos são da opinião de novas taxas de rendimentos baseados no património. Será para isso que isto servirá.

    *** AquaPC desde 2002 ***

  18. #38
    AquaPC Addicted Avatar de Mambo
    Data de Registo
    May 2004
    Local
    Lisboa
    Posts
    263

    Default

    "Esmiuçando" (mal e porcamente) os números

    3.100.000€ / 137 viaturas = (+-) 22628€ p/viatura / 48 meses = (+-) 472 euros mês p/viatura

    São valores que me um parecem um pouco excessivos para aluguer operacional de viaturas/frota.

    Eu pago 391 euros (c/iva) por aluguer operacional mensal de cada viatura. Estou a falar de Clio´s, 207´s, Fiesta´s, Mazda 2, Ibiza´s de 5 lugares a Diesel.

    Será que são esquisitos
    Ainda falam de África...Pelo menos lá se estivem descontentes com o "governo" tem tomates para fazer um golpe de estado e "suicida-lo".

    Quote Post Original de Zarolho Ver Post
    vivemos numa sociedade plena de hipocrisia quando lamentamos a fuga ao fisco mas não queremos maior vigilância do Estado sobre o nosso património. É como cada um de nós julgar-se um cidadão exemplar quando na realidade no colectivo somos um mau exemplo de cidadania em relação ás nossas responsabilidades fiscais.
    X2

    Cada vez mais estamos a criar uma sociedade de
    Direitos - Todos
    Deveres - Nenhuns
    Em constante evolução

  19. #39

    Default

    Escassez de crédito e guerra pelos depósitos preocupam Sócrates e banqueiros

    Lisboa, 29 jun (Lusa) -- A reunião entre José Sócrates e os principais banqueiros portugueses, que segunda feira decorreu em S. Bento, incidiu nas medidas em preparação na União Europeia que mexem nos rácios dos bancos e lhes exigem capitais que, dessa forma, ficarão indisponíveis para financiar a economia.

    Lisboa, 29 jun (Lusa) -- A reunião entre José Sócrates e os principais banqueiros portugueses, que segunda feira decorreu em S. Bento, incidiu nas medidas em preparação na União Europeia que mexem nos rácios dos bancos e lhes exigem capitais que, dessa forma, ficarão indisponíveis para financiar a economia.

    Carlos Santos Ferreira (BCP), Ricardo Salgado (BES), Faria de Oliveira (CGD), Fernando Ulrich (BPI) e Nuno Amado (Santander), segundo várias fontes presentes na reunião, transmitirama sua preocupação a José Sócrates em relação às novas exigências de capital que as regras de Basileia III deverão trazer a todos os bancos europeus, sensibilizando-o para os apoiar junto das instâncias comunitárias para uma alteração ou adiamento perante as dificuldades sentidas pela economia europeia.

    É que as novas regras obrigam os bancos a terem rácios mais elevados, o que obrigará as instituições financeiras europeias, e consequentemente, portuguesas, a aumentarem os capitais, ou seja, a exigir aos acionistas que coloquem mais dinheiro nos bancos ou decidirem-se por fusões.

    http://aeiou.expresso.pt/banca-escas...ueiros=f590988

  20. #40

    Default

    Portugal redefines the phrase 'speculative attack'

    LONDON (MarketWatch) -- Welcome to shareholder democracy, European style.

    Shareholders gathered in Lisbon on Wednesday to vote on Telefonica's /quotes/comstock/13*!tef/quotes/nls/tef (TEF 55.82, +0.63, +1.14%) twice-improved, 7.15 billion euro ($8.8 billion) bid for Portugal Telecom's holding in a Brazilian mobile operator.

    About three-quarters of Portugal Telecom's /quotes/comstock/13*!pt/quotes/nls/pt (PT 9.88, -0.15, -1.50%) shareholders said yes. A quarter, including the Portuguese government, said no.

    It raises several questions -- including why the Portuguese government didn't signal its plan to block the deal ahead of time, wasting the efforts of all who gathered to vote.

    Now it's hardly a shocker to reveal that European governments frequently express disdain for capital markets, though it's rare for one to go to quite this length to jab their fingers in shareholders' eyes.

    But Portugal's move is especially poorly timed given the backdrop of European government struggles to raise financing. For a region and more specifically a country that complains about speculative attacks, a full-frontal, hostile assault on those very same speculators hardly seems wise.

    Further, the issue is hardly of vital strategic importance or even local employment. At least when the French government rejected the overtures for Novartis /quotes/comstock/13*!nvs/quotes/nls/nvs (NVS 48.76, +0.55, +1.14%) to buy Aventis, and for PepsiCo /quotes/comstock/13*!pep/quotes/nls/pep (PEP 61.12, -0.11, -0.18%) to buy Danone /quotes/comstock/24s!e:bn (FR:BN 44.05, -0.20, -0.45%) , it could point both to vague policy goals of keeping important health care and agriculture assets in local hands, even if the rationale was a bit fishy.

    But blocking the sale of Brazilian assets (at a price investors clearly believe is acceptable if not attractive) is taking government involvement in industry several thousand steps too far.

    Spotty growth, meddlesome governments, and now weak [and odd] corporate governance -- it's little wonder foreign investors are loathe to invest in European markets.

    http://www.marketwatch.com/story/por...ack-2010-06-30

Bookmarks

Bookmarks

Regras para postar

  • Não pode criar novas threads
  • Não pode responder a tópicos
  • Não pode colocar attachments
  • Não pode editar os seus posts
  •